done_all

ReservaPara Novos Alunos

Aluno do Colégio Maria Montessori é aprovado em 1º lugar no curso de Engenharia Civil da USP: "A base veio do Montessori"

22/03/2021 às 08h12

Após concluir o Ensino Médio no Colégio Maria Montessori, o aluno Rafael Rosas Garcia Almeida garantiu uma vaga no curso de Engenharia Civil da Universidade de São Paulo (USP) – campus de São Carlos. Ele foi aprovado em 1º lugar na ampla concorrência.

O estudante, que concluiu o período escolar em 2020, contou que ver o próprio nome na lista de aprovados foi um momento de muita felicidade. Segundo ele, estudar na USP de São Carlos, em São Paulo, era um dos seus objetivos.

“Eu li meu nome várias vezes para ter certeza de que era eu. Procurei em outros sites, tentei chegar por outro canto, mas era isso mesmo. Eu fui falar com a minha mãe, sem acreditar. Muito feliz. Eu sempre quis lá porque é muito reconhecido como uma das melhores, principalmente, para o curso que eu queria, que é Engenharia Civil. Então, eu pensei: “por que não a melhor?”, “por que não tentar para a melhor que eu possa conseguir?”, disse.

Ele ainda explicou que foi o Colégio Maria Montessori quem lhe deu a base para passar na primeira etapa do vestibular e que, além disso, o incentivo dos professores e coordenadores foi parte essencial.

“A base veio do Montessori. O Colégio, através do Farias Brito, disponibilizou simulados para a Fuvest, na primeira fase. Foi bom para eu começar a ver. E assim, os professores são maravilhosos. Eles sempre me ajudaram respondendo as dúvidas que eu tinha sobre as questões. Sem o incentivo da escola, eu não teria feito metade do que fiz”, relatou.

Rafael estudava no Colégio Maria Montessori desde a 6ª série do Ensino Fundamental II e já ganhou nove medalhas em olimpíadas, sendo sete em competições de matemática. Com esse histórico, ele considera que as olimpíadas podem ser o primeiro passo para descobrir o que a pessoa gosta.

“As olímpiadas são incríveis para incentivar esse gosto que você já tem em uma matéria ou não tem ainda e acaba descobrindo por causa das olímpiadas. Eu acredito que as olímpiadas sejam algo mais de base. Depois, os simulados vão fomentar, quando o seu objetivo for fazer uma prova ou um vestibular que deseja”, ressaltou.

Preparação para o vestibular

Rafael contou que estudava todos os dias para o vestibular da Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest) e do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), lendo dois ou três capítulos de livros, fazendo questões, entre outros.

“O que eu tentei fazer foi estudar, seja com a aula EAD ou por mim mesmo, tentando também não forçar muito. A saúde mental é tão importante quanto você estudar. Não é uma questão de explosão: conseguir estudar muito em um curto período de tempo. Você tem que estudar tudo em um grande período de tempo. Então, todo dia você tem que estar lá, estudando e se preparando”, explicou.

Sabendo da importância da preparação para o vestibular, ele frisou que o ideal é o estudante saber organizar seu tempo, estudando tudo com calma para evitar a diminuição da efetividade do processo.

Por isso, Rafael deu três dicas importantes para os vestibulandos do Colégio Maria Montessori. A primeira dica é ler muito, tornando o hábito mais frequente e natural. “É muito importante porque todas as questões do Enem têm pelo menos um texto acompanhando para dar um raciocínio e uma base. Então, você ter essa naturalidade na leitura é muito importante para qualquer prova.”

A segunda dica é cuidar da saúde mental. “Faça o seu melhor. Mas não force. Não tente estudar até a madrugada, só se preferir estudar de madrugada. Tem que ser balanceado. Não faça mais do que você consegue fazer porque vai chegar um ponto em que isso só vai atrapalhar”, falou.

E, para finalizar, a terceira dica é “considere os seus professores como amigos”. “Existe um estereótipo de professor que é um carrasco e tá lá só para dar atividade e prova. Às vezes, você fica meio assim, mas eles só fazem tudo que fazem porque querem que você cresça em alturas inimagináveis. Tenha ele sempre como amigo. Você pode ir conversar com ele sobre dúvidas. Eles, com certeza, vão estrar abertos para falar com você, e isso vai ajudar muito. Às vezes, um problema que você acha que não tem solução, mas eles acham essa solução e te explicam de uma forma que você possa entender melhor”, finalizou.

Rafael Rosas Garcia Almeida começará a estudar na USP de São Carlos no próximo dia 12 de abril, na modalidade on-line, devido à pandemia de Covid-19. O Colégio Maria Montessori deseja boa sorte e muito sucesso na nova jornada.

Siga-nos

Facebook Instagram Twitter